Tendência para 2022 é de otimismo

Categories: NotíciasPublished On: 21 de janeiro de 2022

Tempo de Leitura: 3 minutos

COMPARTILHE

O Facebook IQ, divisão de insights do Facebook, que investiga o comportamento do consumidor divulgou o webinar que apresenta um estudo sobre a tendência para 2022 e as expectativas econômicas do brasileiro.

Foram entrevistados brasileiros com o objetivo de entender como será o ano, pois o comportamento do consumidor influencia os indicadores de mercado.

Olhando a fotografia das respostas dos entrevistados é possível identificar pontos positivos relacionados a saúde, economia e vida.

De acordo com os dados coletados, 78% dos entrevistados afirmaram que 2022 será melhor ou muito melhor que 2021.

Em relação a economia também existe otimismo: 42% esperam que a economia seja boa ou ótima. Sendo que os jovens (25 a 34 anos) e os consumidores de classe mais baixa (D e E) são os mais otimistas.

Também existe uma preocupação relacionada a inflação, pobreza e degradação do meio ambiente, principalmente entre os entrevistados mais velhos.

Segundo os entrevistados, o preconceito e a falta de acesso a saúde e educação continuarão afetando as pessoas.

Confira os três pontos principais:
  1. Os brasileiros estão divididos em relação à retomada da economia, porém mais otimistas sobre a situação financeira em comparação com os últimos dois anos.
  2. A geração Z se mostra mais confiante em relação às expectativas financeiras para 2022.
  3. Na visão dos entrevistados, os brasileiros ainda terão problemas de preconceito e discriminação em 2022.
Otimismo em relação ao término da pandemia

A preocupação com a pandemia recuou e a população se mostra mais esperançosa para 2022. Assim, 59% dos entrevistados estão preocupados com o coronavírus sendo que em 2021 o número era de 81%.

É possível identificar um otimismo relacionado ao término da pandemia atrelado a vacinação e à diminuição do cenário de pandemia.

Novos hábitos e tendências

Em 2022, 54% dos entrevistados pretendem economizar dinheiro, 50% querem ter uma alimentação mais saudável, 46% irão quitar as dívidas, 44% vão investir dinheiro e 43% farão uma viagem.

Ou seja, percebe-se que brasileiros estão mais interessados em como ganhar dinheiro, economizar e em investir.

Em função da pandemia, as compras ficaram reprimidas e agora com a retomada 43% dos entrevistados pretendem viajar, 39% estudar, 33% comprar um celular, 27% reformar a casa e 26% comprar um carro ou moto.

Nota-se que o tema financeiro está muito presente na vida dos brasileiros e os principais anseios estão relacionados a decisão de compra mais racional e inteligente.

A incerteza e o medo de perder o emprego não afetarão tanto a rotina dos brasileiros, pois estão mais otimistas com o término da pandemia da Covid-19.

Por fim, é possível perceber que com base nas entrevistas, o ano de 2022 será diferente, voltando a normalidade.

PRO SOLUTTI NA MÍDIA